Cirurgia Pós Bariátrica

Cirurgia Pós Bariátrica

A cirurgia plástica pós-bariátrica ou a plástica para ex-obesos é um conjunto de cirurgias plásticas para corrigir as alterações corporais após grande perda ponderal, mais notadamente a flacidez que é o resultado de toda grande perda de peso, que também pode ser decorrente de dieta natural, sem intervenção.

Muito mais comum atualmente, a cirurgia bariátrica e a gastroplastia geram grande número de ex-obesos que têm na cirurgia plástica uma necessidade posterior para melhoria do aspeto estético corporal em várias regiões.

O tratamento do ex-obeso é feito em etapas, onde se programa uma cirurgia para cada região. A realização de vários procedimentos em um único tempo cirúrgico não é bem vinda, já que as áreas que necessitam intervenção, apesar de variar de acordo com a quantidade de perda de peso e até mesmo com a genética do paciente, podem ser variadas, mais notadamente: mamas, abdome, dorso, braços, pernas, glúteos e face.

Abdominoplastia em Ex-Obeso (Abdome)

Os excessos de pele e gordura ocorrem após a gastroplastia, no abdômen, não somente no sentido vertical (de cima para baixo), mas também no sentido circunferencial (ao redor, na cintura). Após avaliação criteriosa decidimos juntamente com o paciente se a abdominoplastia será realizada pela técnica clássica (que trata apenas o excesso longitudinal), ou pela técnica em âncora. Esta última resulta em uma cicatriz em “T” invertido no abdômen, mas trata a flacidez tanto no sentido longitudinal, quanto no circunferencial. Esta técnica é reservada para os casos mais severos. A cirurgia plástica do abdômen pós-cirurgia bariátrica é realizada utilizando os mesmos princípios dos pacientes sem gastroplastia. Apresenta evolução usual independente da técnica utilizada, e tem a mesma recuperação que em pacientes que não tiveram grande perda ponderal. A única diferença pode residir na necessidade de um tempo um pouco maior da presença do dreno no abdômen, podendo este permanecer até sete a dez dias.

Outro detalhe importante é que na técnica em âncora não há descolamento, para se diminuir a formação de seroma.

A plástica para ex-obesos, normalmente pacientes pós bariátrica é recomendada somente após a estabilização do peso, normalmente após 1 ano e 6 meses da cirurgia.

Mamoplastia em Ex-Obeso (Mamas)

É muito comum, a queda das mamas após grandes emagrecimentos, devido a diminuição do seu volume, que gera sobra de pele. Na maioria das vezes, as aréolas também se apresentam uma posição bem baixa e, por vezes, localizadas na curvatura das mamas, encostando no tórax. A cirurgia plástica de mamoplastia após a gastroplastia tem o objetivo de levantar as mamas, restabelecendo o volume com próteses de silicone (necessárias na maioria das vezes, mas nem sempre) e aumentar a auto-estima feminina.

A mamoplastia pós-gastroplastia normalmente é realizada seguindo a técnica clássica, que resulta em uma cicatriz em “T”, que normalmente tem bom aspecto no final. Como já mencionamos, na maioria dos casos é necessária a colocação de próteses de silicone, pois as mamas costumam apresentar uma flacidez importante de pele com perda de conteúdo. Além disso, após essa perda de peso, o conteúdo mamário acaba tendo um conteúdo gorduroso muito importante em relação à glândula, que resulta em falta de firmeza. Os implantes de silicone dão conteúdo e a firmeza que faltam. A recuperação e os cuidados são semelhantes àqueles de uma cirurgia plástica de mamoplastia com próteses.

Lifting Crural em Ex-Obesos (Coxas)

A cirurgia plástica das coxas pós cirurgia bariátrica ou gastroplastia é realizada, maioria das vezes, com uma lipoaspiração da face interna do terço superior das coxas, diminuindo o peso do retalho e facilitando a retirada de pele nas coxas ao nível das virilhas. A retirada do excesso de pele pode ser realizada resultando em uma cicatriz ao longo das virilhas, somente (técnica escolhida na maioria dos casos), ou com um prolongamento na face interna das coxas, podendo se estender até os joelhos (para os casos de flacidez severa).

Lifting Braquial em Ex-Obesos (Braços)

A braquioplastia torna-se necessária, após a perda de peso importante, devido à possibilidade de flacidez nos braços a ponto de dificultar o uso de roupas justas ou causar constrangimentos com determinados movimentos com os braços.

A cirurgia nesses casos, na maioria das vezes, resulta em uma cicatriz longitudinal (ao longo da face interna dos braços), que pode se estender da axila ao cotovelo.

Nos casos mais leves, pode-se realizar apenas uma lipoaspiração na face póstero-lateral dos braços, sem deixar cicatrizes aparentes.

Torsoplastia em Ex-Obesos (Dorso)

Essa cirurgia é normalmente realizada em continuação com a abdominoplastia e resulta em uma cicatriz baixa, nas costas, semelhante à da abdominoplastia, para tratar a flacidez ao nível da cintura, nas costas. Quando a flacidez é alta, acima dos flancos posteriores, e incomoda bastante quando se usa o sutiã, pode-se realizar uma retirada de pele gordura nas costas num nível mais alto, resultando em uma cicatriz escondida pelo sutiã de cada lado.

Glúteoplastia em Ex-Obesos (Glúteos)

Com a perda de peso após a gastroplastia, a flacidez e falta de volume nos glúteos podem incomodar. A solução é a colocação de implantes (próteses) de silicone nos glúteos. A cirurgia plástica dos glúteos é realizada com uma incisão entre os glúteos,sem deixar cicatrizes aparentes. As próteses são colocadas no meio dos músculos, resultando em uma projeção homogênea e atraente. Outra opção é o lifting de glúteos. Quando há grande sobra de pele e/ou o paciente não deseja utilizar prótese de silicone, pode-se realizar o lifting com os próprios tecidos do paciente. Com esta técnica, consegue-se forma e volume dos glúteos sem a inclusão de próteses. Por outro lado a cicatriz é maior e mais aparente que as de inclusão de prótese de glúteo.

Lipoaspiração em Ex-Obesos (diversas regiões do corp)

Quando a perda de peso, apesar de grande, ainda deixou algumas gorduras localizadas e sem muita flacidez de pele, pode-se realizar a lipoaspiração nessas áreas, com resultados satisfatórios. Deve-se apenas ter em mente os limites de volume (5 a 7%) e de superfície corporal (40%) para que o procedimento de lipoaspiração seja feito com toda a segurança. Áreas do corpo que podem ser lipoaspiradas incluem submento (papada), dorso, flancos, abdômen, culotes, face interna de coxas, joelhos e região pré-axilar.

Lifting Facial em Ex-Obesos

A cirurgia plástica da face pós-bariástria ou pós-obesidade segue os princípios básicos da ritidoplastia efetuada em pacientes que desejam amenizar os efeitos do tempo. Porém algumas características importantes e inerentes aos pacientes pós-bariátrica ou ex-obesos devem ser observadas. Nestes pacientes há maior flacidez do tegumento, do tecido subcutâneo, provavelmente por absorção da camada adiposa, e da camada muscular. Por isto, em alguns casos após cirurgia bariátrica ou gastroplastia, faz-se necessário enxertia de gordura.