Braquioplastia

Cirurgia plástica de braços

Lifting de braço, também conhecido como braquioplastia, reduz o excesso de pele e de gordura entre a axila e o cotovelo, remodela o braço deixando a pele mais lisa e com contornos suaves, resultando em aparência tonificada.

Devido ao uso mais comum de camisetas, a região dos braços costuma ficar muito exposta e quando a flacidez se apresenta na região, incomoda muito, principalmente as mulheres.

Muito comum em pessoas que tiveram redução de peso drástica ou moderada, pode se apresentar também em pessoas magras, com tendência genética e sedentarismo.

Técnicas
A correção estética dos braços pode acontecer de 3 formas diferentes:
1) Somente com lipoaspiração dos braços, em caso de depósito de gorduras com boa qualidade da pele e sem flacidez.
2) Somente com ressecção de pele nos casos onde a pessoa conseguiu eliminar o depósito de gordura com emagrecimento e exercício, mas a pele se apresenta flácida, sem firmeza e com sobras.
3) Combinando lipoaspiração com ressecção de pele, o que acontece na maior parte dos casos, onde tanto o acúmulo de gorduras quanto a flacidez são os problemas.

Anestesia
Geralmente local com sedação, ou geral

A ressecção de pele
Em quase todos os casos, onde a flacidez de pele é a principal vilã, um lifting de braços é realizado retirando os excessos de pele com uma incisão na parte interna do braço.

Essa cicatriz nos casos de pouca flacidez pode ser reduzida apenas a um corte transversal próximo a axila. Na maioria dos casos porém é necessário que o corte percorra longitudinalmente o braço para tratamento da flacidez ao longo, o que deixa uma cicatriz em toda porção interna dos braços, disfarçada pelo posicionamento junto ao corpo.

Pós operatório
No pós operatório da cirurgia plástica de braços deve-se evitar carregamento de peso e movimentos de elevação dos braços por até 30 dias já que a cicatriz se encontra na porção interna e pode sofrer alargamento inestético se for esticada.

Resultados da cirurgia
Os resultados da braquioplastia são mais visíveis após os 6 meses posteriores à cirurgia, com clareamento da cicatriz e resultado quase definitivo somente após 18 meses do procedimento.

Mais informações desta cirurgia no site oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plastica:

http://www2.cirurgiaplastica.org.br/cirurgias-e-procedimentos/contorno-corporal/lifting-braquial

Perguntas Frequentes

A CIRURGIA DOS BRAÇOS DEIXA CICATRIZ MUITO VISÍVEL?

A cicatriz resultante de uma dermolipectomia de braço localiza-se próxima à prega axilar (dobra da axila). Quando há grande excesso de pele também é necessária uma cicatriz vertical estendendo-se pela face interna do braço, a qual apresentará maior ou menor extensão dependendo do volume de pele excedente a ser corrigido. É comum o alargamento da cicatriz, devido ao local e à pele fina.

COMO É A EVOLUÇÃO DA CICATRIZ?

A cicatriz passa por diversas fazes, até chegar ao amadurecimento, quando se apresenta mais clara e menor perceptível.

PERÍODO IMEDIATO – Vai até o 30º dia e apresenta-se com aspecto excelente e pouco visível.

PERÍODO MEDIATO – Vai do 30º dia até o 6º mês. Neste período haverá espessamento natural da cicatriz, bem como mudança na tonalidade de sua cor, passando de “vermelho” para o “marrom”, que vai, aos poucos, clareando. Este período, o menos favorável da evolução cicatricial, é o que mais preocupa as pacientes. Como não podemos apressar o processo natural da cicatrização, recomendamos às pacientes que não se preocupem, pois o período tardio se encarregará de diminuir os vestígios cicatriciais. Nessa fase é importante não tomar sol na cicatriz para esta não ficar definitivamente escura.

PERÍODO TARDIO – Vai do 6º ao 12º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se mais clara e menos consistente atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia só deverá ser feita após este período.

A CIRURGIA CORRIGE O EXCESSO DE GORDURA DA REGIÃO?

A cirurgia retira pele e a gordura apenas que esteja abaixo da pele retirada. Tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) que reveste o corpo. Dependendo do caso, poderá ser associada uma lipoaspiração no local junto com a dermolipectomia dos braços, para retirar mais gordura.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?

Raramente a cirurgia de dermolipectomia braquial traz sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos. Isto se deve ao fato de se preparar convenientemente cada paciente para o ato operatório, além de ponderarmos sobre a conveniência da associação desta cirurgia simultaneamente a outras. Porém para que os riscos sejam mínimos é necessária à observação das orientações pré e pós-operatórias do cirurgião.

ANESTESIA UTILIZADA

Geralmente a local com sedação.

QUAL O PERÍODO DE INTERNAÇÃO?

Um dia (evolução normal).

SÃO UTILIZADOS CURATIVOS?

Sim. Curativos periódicos.

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

Quando houver pontos a serem retirados, estes o serão de 7 a 15 dias.

QUANDO PODEREI TOMAR BANHO COMPLETO?

Geralmente no dia seguinte da cirurgia. Deve-se evitar banhos quentes e demorados, para evitar sangramento e aumentar o inchaço.

QUAL É A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA?

Você não deve se esquecer que, até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Entretanto, poderá lhe ocorrer alguma preocupação no sentido de “desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto”. Seja paciente, pois seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que, infalivelmente chamarão a atenção de alguma de suas amigas que não se furtará à observação:“SERÁ QUE ISTO VAI DESAPARECER MESMO?”

É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser a nós transmitida. Daremos os esclarecimentos necessários, para sua tranqüilidade. Em tempo: Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nesta fase, decorrente do aspecto transitório (edema, insensibilidade, transição cicatricial, etc.). Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Lembre-se que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 06 aos 12 meses.

É POSSÍVEL ASSOCIAR A OUTRAS CIRURGIAS PLÁSTICAS?

Geralmente sim. É freqüente a associação com lipoaspiração, mamoplastia, abdominoplastia ou outras cirurgias plásticas. A possibilidade de associação dependerá do porte da cirurgia com um todo e logística de recuperação.